Carregando...

Ceratocone

Ceratocone


Ceratocone
É uma alteração da curvatura da córnea, de origem desconhecida, provavelmente com herança genética.

Causas
Aparece na infância, aproximadamente aos 8 anos, tem caráter evolutivo mas, pode se estabilizar até os 40 anos de idade. A ceratocone pode se manifestar igualmente em homens e mulheres. Existem fatores que desencadeiam a evolução da doença em uma pessoa com predisposição. O fator principal é a alergia ocular devido a intensa coceira. Existem vários graus e tipos de ceratocone e cada um deve ser tratado de maneira diferente.

Tratamento
Nos pacientes com o estágio inicial da doença, basta o uso de óculos para obtermos boa acuidade visual;
Nos casos mais avançados, são recomendadas lentes de contato de diferentes materiais e desenhos, por exemplo: lentes rígidas, gás permeáveis, hidrofílicas (gelatinosas) específicas para ceratocone e lentes bicurvas;
Nos casos em que a adaptação torna-se impossível quer seja por dificuldade no manuseio ou intolerância às lentes, optamos pela colocação de anéis intra estromais (anel de Ferrara) ou transplante de córnea.

Anel Intraestromal
O Anel de Ferrara é uma prótese, que é implantada na córnea com objetivo de corrigir a deformidade da curvatura corneana, causada por doenças como ceratocone, degeneração marginal perlúcida e outras, visando estabelecer uma superfície corneana mais regular, resultando em melhora da visão com auxílio de óculos e/ ou lentes de contato. O anel também pode ser útil para retardar a progressão da doença.

Ele é feito de acrílico, material com baixo índice de rejeição.  O uso do Anel Intraestromal é contra indicado em pacientes com córneas muito comprometidas e com cicatrizes extensas, nestes casos o transplante é o tratamento mais indicado.