Carregando...

Glaucoma

O Glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico e envolve a perda de células da retina responsáveis por enviar os impulsos nervosos ao cérebro.

Glaucoma


Doença ocular que provoca lesão no nervo óptico e campo visual, podendo levar a cegueira. Na maioria dos casos, vem acompanhada de pressão intraocular elevada, mas pode ocorrer glaucoma de "baixa pressão".

Entenda o que é pressão intraocular: o interior do olho contém um líquido (humor aquoso) em constante circulação. Este líquido é produzido ininterruptamente, e não se acumula por que é escoado através de uma região denominada ângulo da câmara anterior. Quando este escoamento diminui, há um acúmulo desse líquido, que aumenta a pressão dentro do olho. O glaucoma ocorre quando essa pressão danifica o nervo óptico, prejudicando o envio dos estímulos visuais ao cérebro.

O Glaucoma pode ser classificado como:

• Congênito: presente no nascimento. O tratamento é cirúrgico.
• Secundário: ocorre como consequência de cirurgia ocular, diabetes, traumas ou uso de alguns medicamentos, como corticoides.
• Crônico: costuma atingir pessoas acima de 40 anos de idade. No glaucoma crônico os sintomas costumam aparecer em fase avançada, isto é, o paciente não nota a perda de visão até vivenciar a "visão tubular", que ocorre quando há grande perda do campo visual (perda irreversível). Se a doença não for tratada, pode levar a cegueira. Por isso o exame oftalmológico anual, preventivo, é fundamental para detecção e tratamento precoce.

Em geral o tratamento é feito com colírios. A cirurgia se torna opção quando o tratamento clínico não apresenta resultados satisfatórios.